quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

ÁUDIO : 'Temos que distinguir o pedido de impeachment dos motivos de Eduardo Cunha para aceitá-lo', diz autor

O jurista Miguel Reale Junior, um dos autores do pedido de impeachment da presidente aceito por Eduardo Cunha, afirma que o documento traduz um sentimento da sociedade. 

OUÇA  ABAIXO

‘Cunha, por motivos que podem ser recriminados, desencadeou o pedido, mas ele tem vida própria e não tem identidade. Ele o segurou pro três meses, se entendia que era grave deveria desencadeá-lo imediatamente. É responsável por ter se omitido’, diz.
O jurista rejeita estar arquitetando um golpe contra a presidente. ‘Não há golpe nenhum. Ela tenta passar por uma vitimização idêntica à de Collor. Impeachment é um recurso absolutamente legítimo e um processo difícil, pois precisa ser aprovado por dois terços da Câmara e dois terços do Senado’, afirma.
CONTEÚDO CBN

0 comentários:

CURTA!