sexta-feira, 19 de julho de 2024

FILME DA NETFLIX PREVIU APAGÃO CIBERNÉTICO GLOBAL?


 A sexta-feira (19) foi marcada por um caos em vários lugares do mundo após uma pane global em diversos sistemas de comunicação e bancários. Nos EUA, mais de 1.400 voos foram cancelados e outros 4.000 atrasados. A internet, como sempre, não perdoou e começou a comparar o apagão cibernético com o filme O Mundo Depois de Nós, lançado em 2023 pela Netflix.

Na trama, uma família aluga uma casa de luxo para passar alguns dias tranquilos e longe da cidade, quando um ciberataque paralisa o país, deixando-os presos no local junto com dois estranhos. O filme, que conta com Julia Roberts, Ethan Hawke e Mahershala Ali no elenco, foi um sucesso no streaming, figurando no Top 1 em vários países.

A grande pergunta que fica é: O Mundo Depois de Nós previu o apagão desta sexta? O filme registrou um aumento repentino de buscas na manhã desta sexta-feira (19), de acordo com dados do Google Trends. O pico de pesquisas ocorreu poucas horas após notícias sobre o apagão cibernético global começarem a circular na imprensa internacional.

Nas redes sociais, usuários compararam o acontecimento que paralisou voos e afetou televisões, bancos e hospitais ao redor do mundo com a trama do longa da Netflix, que estreou no serviço de streaming em dezembro de 2023. Austrália, Nova Zelândia, Porto Rico, Emirados Árabes Unidos e Turquia lideraram as buscas nas últimas 24 horas, segundo o Google Trends.

No Brasil, o gráfico do Google Trends também mostra um aumento repentino de buscas por volta de 8h. Os estados que mais procuraram pelo filme nas últimas 24 horas foram Distrito Federal, Amazonas, São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

Entenda os impactos do apagão cibernético global no Brasil: Em O Mundo Depois de Nós, um casal aluga uma luxuosa casa para passar o fim de semana com os filhos, mas as férias da família são interrompidas quando dois desconhecidos, pai e filha, aparecem pedindo refúgio após sofrerem os impactos de um ataque cibernético. As duas famílias enfrentam um desastre iminente, que se torna mais assustador a cada minuto, forçando todos a chegarem a um acordo com seus lugares em um mundo em colapso.
POLÍCIAS CIVIL E MILITAR REALIZAM OPERAÇÃO EM CRUZ DAS ALMAS

Na manhã desta quinta, 18/07, uma operação planejada pela Polícia Civil, com o apoio da Polícia Militar, foi deflagrada para cumprir mandados judiciais de busca domiciliar no bairro da Tabela, na localidade do Minha Casa, Minha Vida, em Cruz das Almas.


A ação policial tinha como objetivo combater o tráfico de drogas ilícitas e uma possível tentativa de sequestro no município. Durante a operação houve confronto armado entre as equipes policiais e um grupo de criminosos, que conseguiram empreender fuga pelo matagal.

Durante a ação, foi apreendida significativa quantidade de entorpecentes entre “crack”, cocaína e “maconha Wolf”, esta última uma variedade mais concentrada do entorpecente “maconha” e com um valor de venda mais elevado.

Com a apreensão da droga ilícita e identificação dos criminosos, a Polícia Civil de Cruz das Almas representará pelas prisões preventivas de todos os acusados. 

Participaram da operação a equipe da Polícia Civil de Cruz das Almas, a equipe de pronto emprego do CATI/Leste e Policias Militares da 27ª CIPM de Cruz das Almas, Rondesp Recôncavo e CIPE/LN.

*POLÍCIA CIVIL

GOVERNO LULA BOTA SIGILO DE 100 ANOS EM DADOS DE MINISTRO


A Comissão Mista de Reavaliação de Informações (CMRI), responsável pela classificação do sigilo das informações do governo, negou um pedido de acesso a um documento do ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira. A certidão, que está sob sigilo de 100 anos, informa se o ministro possui parentes até o terceiro grau que possam ter interesses que entrem em conflito com a atividade no governo.

Toda pessoa, política ou técnica, que assuma a chefia de uma pasta é obrigada a informar se possui algum familiar, mesmo que distante, cujas atividades possam gerar conflitos de interesse com o trabalho do ministro. Esta documentação é chamada de Declaração de Conflito de Interesses (DCI).

O DCI também detalha a ocupação do ministro, sua renda e seus patrimônio a, até, um ano antes da posse. Ou seja: é um grande relatório de tudo que o novo incumbente tem ou fez e que possa interferir em seu trabalho político.

Nesta declaração, por exemplo, discrimina-se os “bens e atividades econômicas” que não foram destrinchados pela declaração do Imposto de Renda do novo incumbente da pasta – enquanto pessoa física.

A CMRI alegou, em resposta a um pedido da Lei de Acesso à Informação (LAI) feito pelo portal UOL, que os dados pessoais contidos no DCI são de acesso restrito. Isso porque “se referem a aspectos da vida privada e intimidade do titular e, portanto, não publicizáveis, independentemente de classificação das informações e pelo prazo máximo de 100 (cem) anos, a contar da sua data de produção”, segundo a negativa enviada em 5 de julho

É a terceira vez que o pedido de acesso ao documento foi negado. Desta vez, é definitiva, e não há espaço para recurso.

Durante a campanha eleitoral de 2022, o então candidato Luiz Inácio Lula da Silva (PT) criticou a gestão de Jair Bolsonaro (PL) pela imposição de sigilos de 100 anos em questões de foro pessoal ou público do alto escalão do governo, como a participação de ministros em eventos políticos ou a presença de familiares do presidente nos palácios da República.

Apesar das promessas, o petista tem repetido Bolsonaro em uma série de casos em que decretou que a população civil não deve ter acesso a informações do governo.

A negativa é assinada por membros do CMRI como o ouvidor do Ministério da Fazenda, Carlos Araújo, a secretária-executiva adjunta do Ministério de Direitos Humanos, Caroline Dias dos Reis; a chefe de gabinete do Advogado-Geral da União, Leila de Morais; o secretário-executivo adjunto da Casa Civil, Pedro Helena Machado; o chefe da assessoria de Controle Interno do Ministério da Justiça, Ronaldo Nogueira, entre outros.

*AE

APAGÃO EM SISTEMAS GLOBAIS INTERROMPE VOOS, BANCOS E COMUNICAÇÕES


Uma pane generalizada afetou, na madrugada desta sexta-feira (19), sistemas de diversos aeroportos, bancos e redes de telecomunicações, provocando cancelamento de voos e tirando canais de notícias do ar. A causa está relacionada a uma falha originada na provedora de segurança cibernética CrowdStrike (CRWD).

A empresa alertou os clientes nesta sexta que seu produto de monitoramento de ameaças estava causando o travamento do sistema operacional Windows, da Microsoft (MSFT34). “Estamos cientes de um problema que afeta os dispositivos Windows devido a uma atualização de uma plataforma de software de terceiros”, disse a Microsoft em um comunicado. Pouco depois das 8h, o CEO da Crowdstrike, George Kurtz, disse que uma correção já tinha sido aplicada. “Não se trata de um incidente de segurança ou ataque cibernético. O problema foi identificado, isolado e uma correção foi implementada”, afirmou em uma postagem no X.

A atualização problemática causou uma onda de “Tela Azul da Morte” que afetou milhares de máquinas Windows em todo o mundo, causando transtornos em bancos, companhias aéreas, emissoras de TV, supermercados e outras empresas. Servidores também ficaram offline, impedindo que computadores fossem iniciados corretamente.

A solução da CrowdStrike é amplamente utilizada por empresas para garantir a segurança de seus sistemas baseados em Windows.

Houve poucas interrupções dessa escala nos últimos anos. “Isso não tem precedentes”, disse Alan Woodward, professor de segurança cibernética na Surrey University, à Bloomberg. “O impacto econômico será enorme.”

As ações da CrowdStrike chegaram a desabar 20% nas negociações de pré-mercado na manhã desta sexta-feira. Os papéis da Microsoft caíram 2,5%.

Brasil afetado

O apagão foi registrado inicialmente em países da Europa, Ásia, África e Oceania, e logo se espalhou também para os Estados Unidos, e também chegou ao Brasil.

Os primeiros relatos de problemas surgiram pouco depois das 8h, com o site DownDetector reportando problemas de acesso a serviços da Microsoft, como a suíte de escritório Office 365, e nos sistemas dos bancos Bradesco, Banco do Brasil, Neon, Next e Banco Pan. Segundo o Bradesco, suas plataformas digitais não estão disponíveis nesta sexta devido ao apagão.

Já a companhia aérea Azul informou em comunicado que voos operados pela empresa podem sofrer “atrasos pontuais”, devido “intermitência no serviço global do sistema de gestão de reservas”. A recomendação é que passageiros com voos para hoje dirijam-se ao balcão de atendimento.

quinta-feira, 18 de julho de 2024

TREMOR DE TERRA É REGISTRADO NO RECÔNCAVO BAIANO

Nesta quarta-feira, dia 17 de julho, um tremor de terra foi registrado pelo LabSis/UFRN na região do Recôncavo Baiano/BA. O sismo ocorreu às 03h30 UTC (00h30, horário de Brasília), com magnitude preliminar calculada em 2.2 mR. Até o momento desta publicação, não há relatos de moradores da região que confirmem se foi possível sentir o sismo.

O último evento sísmico registrado no estado da Bahia foi no dia 15 de julho, no município de Jacobina, quando um tremor de magnitude aproximada em 1.8 mR abalou a região.

O Laboratório Sismológico da UFRN segue monitorando e divulgando toda atividade sísmica que ocorra no estado da Bahia e em toda região Nordeste do país.

*LabSis/UFRN

RELATÓRIO DA CGU APONTA FALHAS NO PROGRAMA DE MERENDA ESCOLAR ENTRE OS ANOS DE 2015 E 2020


Relatórios da CGU (Controladoria-Geral da União) elaborados entre os anos de 2015 e 2020 apontaram 1.652 “achados” com impacto negativo no PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar). Ao longo deste período, foram produzidos 205 documentos, dos quais 194 apontavam falhas no controle do uso de recursos, nas licitações, gestão de estoque e até alimentos vencidos na merenda escolar de estudantes da educação básica. 

Os dados foram compilados e divulgados em um relatório nesta semana. Somente no ano de 2022, Programa Nacional de Alimentação Escolar foi responsável pela alimentação de 37 milhões de alunos. A reportagem entrou em contato com FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação) e aguarda resposta. O espaço permanece aberto.

Os resultados mostraram que 38% das falhas foram na área de controle. Entre os pontos observados, estão a falha do gerenciamento de estoque, pagamentos de despesas incompatíveis com o programa, descumprimento do cardápio elaborado pelas nutricionistas e omissão do dever de prestar contas.

Já no âmbito das licitações, os técnicos destacaram a ausência de pesquisa de preços, cláusulas restritivas, contratações de empresas sem capacidade operacional e falsificação de assinaturas.

FERRACINI TREINA FUNCIONÁRIOS DE MILAGRES EM AMARGOSA PARA NOVA FILIAL

O galpão da Ferracini em Amargosa está treinando funcionários para a nova filial da empresa, que será instalada em Milagres-BA. Os funcionários em treinamento são moradores de Milagres e vêm diariamente para participar das atividades de capacitação.

A empresa com atividade cadastral já ativa, teve sua última atualização em 5 de junho de 2024, mas ainda não começou suas operações de produção, previstas para serem iniciadas nos próximos meses.

quarta-feira, 17 de julho de 2024

COMITÊ DA CÂMARA DOS EUA INTIMA DIRETORA DO SERVIÇO SECRETO PARA EXPLICAÇÕES SOBRE ATENTADO A DONALD TRUMP

O Comitê da Câmara dos Deputados dos Estados Unidos emitiu uma intimação à diretora do Serviço Secreto, Kimberly Cheatle, para que ela compareça ao órgão e esclareça as falhas que levaram ao atentado contra Donald Trump. A intimação, assinada pelo presidente da comissão, o deputado republicano James Comer, do Kentucky, foi emitida nesta quarta-feira, 17 de julho.

Comer afirmou que não houve "novidades significativas ou informações" compartilhadas com o comitê desde o atentado, ocorrido no sábado, 13 de julho. O presidente do comitê acusou o Serviço Secreto de "falta de transparência e falha em cooperar" com o órgão.

A diretora Cheatle tentou explicar a falha no esquema de proteção durante o comício eleitoral de Trump. Segundo ela, havia um "fator de segurança" que impediu o deslocamento de um agente para o "telhado inclinado" onde estava o atirador, Thomas Matthew Crooks, a 150 metros do comício. "Esse edifício em particular tem um telhado inclinado em seu ponto mais alto. E então, você sabe, há um fator de segurança que seria considerado lá, que não gostaríamos de colocar alguém em um telhado inclinado", disse Cheatle à ABC News na terça-feira, 16 de julho. "E então, você sabe, a decisão foi tomada para proteger o prédio por dentro", acrescentou.

Segundo a imprensa americana, Crooks, de 20 anos, permaneceu naquele telhado por 30 minutos antes de disparar o primeiro tiro. Ele conseguiu escapar do Serviço Secreto e das autoridades policiais locais três vezes antes de chegar ao telhado.
99ª CIPM DE AMARGOSA ASSUME COMANDO DE POLICIAMENTO EM NOVE MUNICÍPIOS

A 99ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) de Amargosa agora terá o comando do policiamento em diversos municípios da região. 

Além de Amargosa, Elísio Medrado e São Miguel das Matas, a 99ª CIPM estará responsável pela estrutura policial em Laje, Jiquiriçá, Ubaíra, Santa Inês, Milagres e Brejões, totalizando nove cidades sob sua jurisdição. 

A determinação é do governo do estado e já foi publicada no Diário Oficial.

CURTA!