segunda-feira, 17 de fevereiro de 2020

MAIOR GRUPO HOSPITALAR DO PAÍS COMPRA HOSPITAL ALIANÇA POR R$ 800 MILHÕES

[Hospital Aliança anuncia parceria com a rede de medicina diagnóstica D'Or ]
Hospital Aliança anunciou na manhã desta segunda-feira (17) uma parceria com a rede D'Or, de medicina diagnostica. O projeto de operação foi anunciado por Albérico Mascarenhas, superintendente do Hospital Aliança, durante entrevista ao jornalista José Eduardo, no jornal da Bahia no Ar, da rádio Metrópole.
De acordo com o gestor, 80% da operação foi vendida para a rede D'Or e 20% permanecerá com o grupo Aliança. "Acredito que teremos mais qualidade para oferecer aos baianos”, avaliou. A transação foi feita por R$ 800 milhões e ainda precisa ser chancelada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).
Com a parceria, o hospital segue pertencendo ao grupo aliança e os recursos serão investidos na construção de uma nova torre que será construído no terreno do centro médico, localizado na Av. Juracy Magalhães Júnior. Após a aprovação, o hospital receberá uma nova gestão.
"Possivelemmete eu ficarei com a rede mais isso é algo que saberemos mais para a frente", acrescentou o Mascarenhas. Com a ampliação, e consequente construção de uma nova torre, existe a expectativa do aumento da expectativa de emprego. O superintendente explicou que, apesar de não correr risco de fechar, o hospital foi por muito tempo deficitário.
Contudo, ele afirma que esse prejuízo já foi revertido. “Houve uma ‘repaginação’ da gestão e investimento em novos equipamentos”, completou. Nesta manhã, Mascarenhas deve se reunir com os colaboradores da empresa, para dialogar com estes sobre as mudanças. "Fiquem tranquilos, como sempre. Para cuidar dos pacientes, temos que cuidar dos novos funcionários. Não haverá mudanças nesse momento", concluiu.
Fundado em 1990, o Hospital Aliança possui atualmente 203 leitos. A  Rede D’Or, por sua vez, funciona desde 1977 e é considerada a maior rede de hospitais privados do Brasil - com presença no Rio de Janeiro, São Paulo, Distrito Federal, Pernambuco, Maranhão, Sergipe e Bahia. 
O Grupo opera com 49 hospitais, sendo 48 próprios e um hospital sob gestão. A Rede administra 7,5 mil leitos totais, e tem planos de chegar a 11 mil leitos até 2022.
*B.N

0 comentários:

CURTA!