quinta-feira, 26 de março de 2020

JUSTIÇA LIBERA PRISÃO DOMICILIAR A EDUARDO CUNHA POR CORONAVÍRUS

Eduardo Cunha vai para prisão domiciliar por causa do Coronavírus ...
A 13ª Vara da Justiça Federal de Curitiba, no Paraná, determinou a prisão domiciliar do ex-deputado federal Eduardo Cunha, preso na Operação Lava Jato, devido a pandemia do novo coronavírus. Ele deverá ser monitorado por meio de tornozeleira eletrônica.
Na decisão desta quinta-feira (25), a juíza Gabriela Hardt atendeu ao pedido da defesa de Cunha e determinou a substituição da prisão preventiva por prisão domiciliar. “O monitoramento eletrônico, muito embora não afaste por completo a possibilidade de que este pratique atos de dissimulação e ocultação de valores ilícitos ainda não identificados no exterior, inviabiliza ou ao menos dificulta a possibilidade de fuga”, escreve a juíza.
Cunha tem 61 anos e se enquadra no grupo de risco da doença, que deve permanecer em isolamento, de acordo com recomendações do Ministério da Saúde. “O perfil do requerente enquadra-se nas hipóteses definidas pelo CNJ para a reavaliação da necessidade de sua prisão provisória neste contexto de risco epidemiológico. Trata-se de apenado idoso (61 anos), preso há mais de 90 (noventa) dias, e relacionado a crimes praticados sem violência ou grave ameaça à pessoa”, diz a juíza na decisão.
Na última semana, Cunha passou por exames no hospital Copa Star, no Rio de Janeiro, segundo consta na decisão, e foi detectado um quadro de anemia que necessitou de internação em Unidade de Terapia Intensiva (UTI).
*JOVEM PAN

0 comentários:

CURTA!