sexta-feira, 26 de junho de 2020

O EFEITO KLOPP (TOSTA NETO)

LIVERPOOL CAMPEÃO DA PREMIER LEAGUE 2019/20 - YouTube

Nesta quinta (25), pela 31ª rodada do Campeonato Inglês, posterior a derrota do Manchester City diante do Chelsea, o Liverpool confirmou o título da Premier League. Em 31 partidas, os Reds atingiram a marca de 28 vitórias, 2 empates e apenas 1 derrota, obtendo o impressionante aproveitamento de 92,5% dos pontos disputados. Sem dúvida, uma campanha soberana e incontestável que quebrou um jejum incômodo de 30 anos.
Podemos elencar aqui nomes importantes na conquista do título inglês, entre os quais, Van Dijk, Arnold, Alisson, Henderson e o tridente ofensivo, mas o grande arquiteto desta guinada na história do Liverpool no derradeiro quinquênio foi o técnico alemão Jürgen Klopp. Não esqueçamos que o time da terra dos Beatles é o atual campeão da Champions League e do Mundial de Clubes da FIFA.
Klopp iniciou a carreira no Mainz até ser transferido para o Borussia Dortmund. Pela equipe da “Muralha Amarela”, conquistou a Copa da Alemanha, o vice-campeonato da Champions e dois títulos da Bundesliga. Em 2015, Klopp enveredou para Liverpool, tendo como grande missão recolocar os Reds no caminho dos títulos.
Subsequente a um início desanimador, aos poucos, Klopp foi implantando o seu estilo de jogo e o Liverpool começava a sinalizar um padrão tático competitivo que depois se consolidou como vencedor, com o triunfo na Champions League em 2019, após um vice na temporada anterior. Apesar do peso gigante da competição de clubes mais importante do mundo, lá no fundo, o torcedor dos Reds continuava com um vazio: o título do Campeonato Inglês, repaginado como Premier League em 1992.
O último título do Liverpool do Campeonato Inglês tinha sido em 1990. Neste intervalo de 3 décadas, o Manchester United “roubou” dos Reds o posto de maior vencedor do campeonato inglês, e até os “pequenos” Blackburn e Leicester ganharam a Premier League. Só faltava o Liverpool, agora não falta mais.
Klopp introduziu um paradigma vitorioso no Liverpool: marcação insana na saída de bola do adversário, defesa consistente, meio-campo rijo nas disputas de bola e sistema ofensivo extremamente rápido, agudo e objetivo. Além do vasto conhecimento tático, o genial técnico alemão é muito carismático, cujos jogadores “compram” a sua ideia de jogo. No jargão futebolístico, ele é aquele “paizão” que sabe muito de futebol. Incontestavelmente, Klopp já tem a sua cadeira no panteão dos maiores técnicos do século XXI.

(Tosta Neto, 26/06/2020)

0 comentários:

CURTA!