sábado, 31 de outubro de 2020

AMARGOSA: BANDEIRAÇOS E AGRESSÕES MARCAM ATOS ELEITORAIS DESTE SÁBADO

 

Na manhã deste sábado (31 out/2020), manifestações eleitorais foram realizadas na feira-livre e no centro da cidade de Amargosa. A polarização, entre os apoiadores dos candidatos que disputam o pleito majoritário 2020, Karina Silva (M65) e Júlio Pinheiro (PT), acabou virando caso de polícia, tendo em vista o excesso, entre bandeiraços e agressões.

Segundo testemunhas, o primeiro fato cabível de ação policial, ocorreu especificamente na imediação da Av. Josué Sampaio Melo, em frente ao escritório de apoio da campanha da candidata Karina Silva. O local onde em tese, deveria ser utilizado por apenas um dos grupos, foi disputado por ambos, gerando aglomeração das militâncias, e exigindo vigilância policial para garantir a segurança e o fluxo comercial do local. O ex-prefeito do município, Carlos Raimundo, que estava no local como apoiador da candidata Karina Silva relatou: "infelizmente fui surpreendido com afirmações caluniosas dirigidas a minha pessoa, proferidas por uma opositora, apoiadora do candidato do PT. Fato que gerou um tumulto, atrapalhando momentaneamente as ações democráticas eleitorais", afirmou. Os envolvidos foram a delegacia para prestar esclarecimento; a Polícia Militar esteve no local para garantir a segurança e a ordem.

Outro fato ocorreu com o ex-vereador de Amargosa, Bernardino Rumão, que relatou em rede social, ter sido agredido na feira-livre simplesmente por vestir o amarelo, e identificando seu apoio eleitoral, conforme relato que segue no print acima.

0 comentários:

CURTA!