terça-feira, 20 de outubro de 2020

TÉCNICOS DO INSTITUTO BUTANTAN VÃO A BRASÍLIA LEVAR DOSSIÊ SOBRE CORONAVAC

Uma pequena comitiva do Instituto Butantan, entidade ligada ao Governo de São Paulo, embarcará para Brasília nesta terça-feira (20), a fim de participar de uma série de reuniões com técnicos do Ministério da Saúde e da Anvisa. Os funcionários das áreas de compras, planejamento e administrativa do Instituto vão levar um dossiê com as respostas aos questionamentos feitos pelos dois órgãos a respeito da Coronavac, a vacina contra a Covid-19 testada pelo Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac Biotech. Entre as perguntas feitas pelos técnicos de Brasília estão questionamentos sobre o rendimento, as doses, o controle de qualidade, o cronograma e a importação de equipamentos para a produção da Coronavac. O clima no Butantan é de tranquilidade, já que esse tipo de pergunta é normal quando se trata de um produto novo. Mais de 60% das vacinas usadas pelo Ministério da Saúde vem do Instituto Butantan, que não produz pra nenhum outro órgão, governo ou empresa. Apesar de toda a carga política descarregada nesse tema, os técnicos dos dois lados tem lutado pra manter as negociações no plano científico, logístico e de saúde, mantendo a política de lado. Tanto que as reuniões serão realizadas em meio a incertezas sobre o encontro que aconteceria entre o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello e o governador paulista João Doria (PSDB) na próxima quarta-feira (21). Os dois lados da negociação ainda estão tratando a coronavac como “possível vacina”.

*CNN BRASIL

0 comentários:

CURTA!