quarta-feira, 20 de janeiro de 2021

BIDEN ASSUME A PRESIDÊNCIA DOS EUA NESTA QUARTA

Joe Biden assume a presidência dos Estados Unidos nesta quarta-feira (20) em um contexto inédito: a pandemia do novo coronavírus, as tensões políticas a respeito do resultado das urnas, a ausência do presidente que está saindo do posto e um esquema de segurança de proporções históricas. 

Inclusive, doze membros da Guarda Nacional foram destituídos das funções como parte do processo de verificação de segurança para garantir que nenhum dos soldados envolvidos na posse tenha laços com grupos extremistas. A horas da posse, em seus últimos momentos na Casa Branca, o presidente Donald Trump perdoou seu ex-assessor Steve Bannon. O Brasil é um dos 15 países mais interessados na cerimônia desta quarta e um dos que mais buscaram pelo evento. 

Banido das redes sociais e sem aparições públicas há cerca de uma semana, o presidente Donald Trump passou o último dia do mandato na Casa Branca. Além de quebrar o protocolo ao não participar da posse, o republicano também não convidou o sucessor para o tradicional chá no Salão Oval. No último discurso como presidente dos Estados Unidos, Trump afirmou que restaurou a liderança americana e pediu que o país não perca o respeito mundial conquistado nos últimos quatro anos. Sem fazer referência ao nome de Joe Biden, ele desejou sorte e sucesso à nova administração. 

Nesta terça, o líder do partido Republicano no Senado, Mitch McConnel, afirmou que o ataque ao Congresso foi provocado pelo atual presidente, que fará um evento de despedida também nesta quarta-feira, cerca de quatro horas antes da posse de Joe BidenPara simbolizar a mensagem de união que vem pregando desde a campanha, Biden convidou o líder do governo Trump, Mitch McConnell e o senador democrata Chuck Schumer para a cerimônia de posse.

0 comentários:

CURTA!