sexta-feira, 8 de janeiro de 2021

CUNHA FINALIZA ‘LIVRO-BOMBA’ SOBRE O ‘IMPEACHMENT’ DE DILMA



“Tchau, Querida, o Diário do Impeachment” terá 740 páginas

Em prisão domiciliar por causa da covid-19, Eduardo Cunha, ex-presidente da Câmara dos Deputados, terminou de escrever o livro “Tchau, Querida, o Diário do Impeachment“, que conta os bastidores da queda da ex-presidente petista Dilma Rousseff.

Classificada de “livro-bomba”, a obra, de mais de 700 páginas, deve revelar a história de personagens como seu sucessor, Rodrigo Maia.

Segundo a revista Veja, Cunha descreve Maia, hoje aliado do PT contra Jair Bolsonaro, como um personagem desesperado pelos holofotes do impeachment.

O livro, que ainda não tem editora nem data de publicação, também vem repercutindo nas redes sociais.

*Revista Oeste


0 comentários:

CURTA!