segunda-feira, 29 de março de 2021

RUI SILENCIA APÓS MORTE DE SOLDADO E TRATAMENTO DA PM À IMPRENSA

O governador Rui Costa (PT) ainda não se manifestou sobre a morte do policial Wesley Soares Goes, executado por policiais militares, após ter um surto psicótico, na noite do último domingo (28), no Farol da Barra.

A Polícia Militar, responsável pela ação, divulgou uma nota lamentando o ocorrido. Entretanto, Rui ainda não se pronunciou sobre o caso, mesmo sendo alvo de críticas nas redes sociais e com o possível risco de paralisação da categoria, como vem sendo ventilado desde o final da noite. No momento em que os policias fizeram os disparos contra Wesley, moradores da região gritaram e acusaram os policiais presentes de “covardia”.

Rui também não comentou, até o momento, sobre o tratamento que os profissionais da imprensa receberam de alguns soldados. Em determinado momento, os policiais chegaram a atirar para cima e empurraram jornalistas e cinegrafistas, que reclamaram da ação. Em transmissões nas redes sociais, os profissionais registraram a forma que a PM agiu para dispersar a imprensa, que já se encontrava afastada do local onde o policial Wesley Goes foi baleado.

No último sábado (27), uma criança de nove anos foi morta durante ação da Polícia Militar, no Vale das Pedrinhas. Rui também não divulgou nota ou comentou nada sobre o caso em suas redes sociais, onde é bastante ativo.
*Política ao Vivo

0 comentários:

CURTA!