quinta-feira, 22 de abril de 2021

EM 4 MESES, BAHIA TEM 5 POLICIAIS MORTOS; NÚMERO É METADE DE 2020



A vulnerabilidade dos policiais baianos é um assunto que tem tomado cada vez mais espaço na opinião pública. A atuação da categoria, imprescindível para manter a ordem e o cumprimento da lei, principalmente em tempos de pandemia e restrição de atividades, coloca os profissionais em situação de risco constante.

Na Bahia, só entre janeiro e a segunda metade do mês de abril de 2021, foram cinco policiais mortos. O número, apesar de não parecer alto, já é quase a metade de policiais mortos em todo o ano de 2020.

No ano passado, o estado teve um total de 13 policiais mortos, segundo levantamento do G1. Só entre 2019 e 2020, a Bahia teve um aumento de 38% de policiais que tiveram suas vidas tiradas, ficando em sexto lugar no número absoluto de profissionais mortos, atrás somente dos estados de São Paulo (49), Rio de Janeiro (44), Pernambuco (14), Pará (13) e Minas Gerais (13).

Vale lembrar que na maioria dos casos, os policiais da ativa morto não estavam em serviço, contabilizando uma morte em serviço nos últimos anos.

O caso mais recente aconteceu na última segunda-feira (19), quando um policial tentou evitar um assalto no bairro do Resgate, sendo vitimado com um tiro, por volta das 12h.

Na terça-feira (20), em coletiva, o governador Rui Costa (PT) anunciou, em aceno à categoria, um pacote de reformas na Polícia Militar, como mudanças no fluxo de carreira e a possibilidade de promoções.

*POLÍTICA AO VIVO

0 comentários:

CURTA!