sexta-feira, 4 de junho de 2021

BOLSONARO ACUSA OTTO DE HUMILHAR MULHERES NA CPI: “POSA COMO PAI DA MEDICINA”

O presidente Jair Bolsonaro acusou o sendor Otto Alencar de se comportar de forma autoritária e de humilhar mulheres convocadas na CPI da Covid.

Em sua live semanal, na noite da última quinta-feira (03), Bolsonaro disse que Otto, além de humilhar as mulheres, ameaça prender quem não responde de imediato aos questionamentos feitos pelo relator da CPI, senador Renan Calheiros (MDB-AL). O presidente também falou sobre a ampanha contrária que os senadores fazem contra o uso da hidroxicloroquina, medicamento que não possui eficácia comprovada contra a Covid-19, embora seja recomendado por uma parcela dos médicos.

“Eu não politizei isso. Quem diz para não tomar e não dá alternativa são eles. O Marcos Do Val recomendou ao Otto. Otto fica lá posando como o pai da medicina. Humilhando mulheres. Ameaçando de prender lá quem não responde sim ou não para o Renan Calheiros. Eu não aceitaria ser convocado por Renan Calheiros”, disse o presidente, que também citou Nise Yamaguchi e Mayra Pinheiro, convocadas pela CPI. Durante o depoimento da primeira, na última segunda (31), as interrupções e correções de Otto Alencar foi alvo de críticas.

“Três marmanjos [Omar Aziz, Otto Alencar e Renan Calheiros]. O Omar Aziz que conhece tudo de saúde, investigado no seu estado. Renan Calheiros. Ficam lá maltratando pessoas, que falam o contrário. A Nise [Yamaguchi] e a Mayra [Pinheiro]”, completou.

*POLÍTICA AO VIVO


0 comentários:

CURTA!