quinta-feira, 22 de julho de 2021

LIRA NEGA SUPOSTA AMEAÇA DE MINISTRO DA DEFESA

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), negou nesta quinta-feira, 22, que tenha recebido ameaças do ministro da Defesa, general Braga Netto. Reportagem do jornal O Estado de S. Paulo informou que o parlamentar havia recebido um “recado” segundo o qual não haveria eleições sem o voto auditável. Ao chegar à pasta hoje, o militar confirmou a versão de Lira. Segundo ele, trata-se de uma “invenção” fabricada pela imprensa.

A subida de tom de Braga Netto teria ocorrido em 8 de julho. Naquele dia, o presidente Jair Bolsonaro tecera críticas às articulações do Supremo Tribunal Federal (STF) contra a proposta de emenda à Constituição que trata da impressão do comprovante do voto. O jornal garante que ouviu ministros do STF e outras fontes em caráter reservado.

*REVISTA OESTE

0 comentários:

CURTA!