segunda-feira, 1 de junho de 2020

ACB APRESENTA PROPOSTA PARA RETORNO DE ATIVIDADES ECONÔMICAS NA BAHIA

Associação Comercial da Bahia promove jantar de adesão – #Acesse ...
A Associação Comercial da Bahia (ACB) divulgou uma proposta para retorno das atividades econômicas no estado diante da perspectiva de reativação da economia na Bahia neste mês de junho.

Segundo a proposta da ACB, as regiões baianas devem ser classificadas em três: as com média de novos casos por dia menor ou igual a 5,36% da população infectada ativa e uma ocupação do sistema de saúde menor ou igual a 50%: esses municípios seriam classificados na área verde; as regiões amarelas seriam aqueles municípios em que a média de novos casos por dia é de 5,36% a 7,14% da população infectada; e quando os índices forem maiores que esses, os municípios entram, pela proposta, em lockdown.

Nas áreas verdes, seria permitido o funcionamento de diversos setores, como casamentos (com número limitado de pessoas), praias e parques (sem aglomerações), escolas, faculdades, salões de beleza (com agendamento prévio), restaurantes, shoppings, pequenos comércios, academias, sempre com protocolo de funcionamento específico.

Nos municípios classificados como grau de atenção amarelo, escolas e faculdades não seriam autorizados a funcionar, assim como academias e cultos religiosos. Já em lockdown, apenas serviços como SAC, transporte público e supermercados poderiam abril.

A ACB também sugere na proposta a educação da população sobre as formas de contágio, teste em pessoas com os primeiros sintomas da Covid-19 e rastreamento de pessoas que tiveram contato com suspeitos de contágio.

"Estudamos, em profundidade os planos de retomada de outras localidades e buscamos inspiração em diversos países, com especial atenção na Alemanha e Itália. Precisamos de um planejamento para retomada das atividades econômicas que tenha como premissa básica não permitir que brasileiros morram sem assistência hospitalar", diz a ACB no projeto.
*BN

0 comentários:

CURTA!