sexta-feira, 13 de novembro de 2020

CERCA DE 90 CIDADES DA BAHIA CONTARÃO COM ESTRATÉGIA ESPECÍFICA PARA GARANTIR SEGURANÇA

Neste domingo (15), acontece a eleição para prefeitos e vereadores em todo o país. Na Bahia, para garantir a segurança, especialmente em cidades do interior, tradicionalmente conhecidas pela disputa acirrada entre grupos opositores, a Polícia Militar da Bahia (PM-BA), vai contar com oficiais específicos para monitorar cerca de 90 cidades baianas, de acordo com o Coronel Humberto Sturaro. 

Neste domingo (15), acontece a eleição para prefeitos e vereadores em todo o país. Na Bahia, para garantir a segurança, especialmente em cidades do interior, tradicionalmente conhecidas pela disputa acirrada entre grupos opositores, a Polícia Militar da Bahia (PM-BA), vai contar com oficiais específicos para monitorar cerca de 90 cidades baianas, de acordo com o Coronel Humberto Sturaro. 

Ao BNews, Sturaro informou que serão aplicadas medidas já alinhadas com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE). “A PM e TRE estão preparados para fazer com que as orientações dos órgãos sanitários sejam cumpridas, em alguns casos em específicos, atuaremos para a prevenção e coordenação das situações já autorizado pela Justiça Eleitoral. Acima de tudo, as opiniões diferentes têm que ser compreendidas com cada um com o direito de escolha para evitar os conflitos”. 

Municípios como Milagres, Presidente Dultra, São Felipe, Saubara, Governador Jambeiro, Monte Santo e Salinas das Margaridas estão inclusas na lista. Esse direcionamento tático, segundo Sturaro, não será necessário em Salvador. 

“As carreatas estão ocorrendo de forma ordeira e tranquila na capital, o esquema preparado estará preparado especialmente ao final das comemorações para coibir práticas de aglomeração por conta das ‘festas da vitória’”, explicou. 

Sobre a disposição dos policiais, a escala ordinária de policiamento será em regime de hora extra e cada policial vai atuar numa carga de seis horas. “Esse tempo estimado é para que cada profissional possa ter seu voto garantido, convocamos todos que estariam de folga para realizar o ato”. 

O coronel pediu, ainda, consciência sobre a situação de pandemia. “Respeitem a democracia nesse momento em que estamos passando que não cabe descaso, é preciso se proteger para resguardar aqueles que nos importamos”, finalizou. 

*BN


0 comentários:

CURTA!