quinta-feira, 24 de dezembro de 2020

STF E STJ QUEREM PASSAR NA FRENTE NA FILA PELA VACINA PARA A COVID-19


Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) recebeu pedidos do Supremo Tribunal Federal (STF) e Superior Tribunal de Justiça (STJ) para disponibilização da vacina contra o coronavírus para imunização dos servidores na dianteira da fila da aplicação.

Em ofício enviado à Fiocruz, os tribunais perguntam sobre a possibilidade de destinar doses da vacina para seu corpo de colaboradores, entre os primeiros lugares da lista de contemplados com o imunizante. Cabe à Fiocruz a produção da vacina em desenvolvimento pela Universidade de Oxford e o laboratório AstraZeneca.

No texto do documento do STF consta que o tribunal, "visando atender à política de promoção da saúde e redução do absenteísmo por causas evitáveis, tem interesse em realizar campanha de vacinação dos servidores do STF e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) contra a COVID-19". O tribunal requisita ainda a reserva de 7 mil doses.

Diante das solicitações, a Fiocruz informou ao STJ que a vacina será enviada ao Ministério da Saúde e esclareceu que não está em seu controle suprir alguma demanda pela vacina em particular.

A Fundação ainda se manifestará quanto à solicitação do STF. Em nota, informou: "A Fiocruz visa garantir a produção nacional da vacina contra a COVID-19 para a população brasileira, pelo SUS, e atender à demanda do Programa Nacional de Imunização (PNI)".
*ESTADO DE MINAS

0 comentários:

CURTA!